Concurso INSS

Concurso IBGE

Concurso FAB

Concurso IBAMA

Concurso MAPA

CORREIOS

Concurso PRF

Destaque

Buscar

Apostila da Prefeitura de Guaxupé (PDF) Guarda Civil Municipal

Apostila concurso Prefeitura de Guaxupé 2018 - Guarda Civil Municipal
A Prefeitura Municipal de Guaxupé, Estado de Minas Gerais, torna público que realizará, Concurso Público para Provimento de Cargos Vagos no prazo de validade do Concurso Público de Guarda Civil Municipal – Terceira Classe - Masculino e Feminino de Guaxupé/MG. O Concurso Público da Guarda Civil Municipal de Guaxupé/MG será regido pelo edital nº 01/2018 e terá a organização do Instituto Mais.

O concurso da Prefeitura de Guaxupé – MG vai oferecer 25 vagas sendo 20 para homens e 5 para mulheres. Do total de oportunidades, estão previstas reservas de vagas para afrodescendentes.

Apostila da Prefeitura de Guaxupé PDF - Guarda Civil Municipal, Masculino e Feminino. Conteúdos programáticos e material de estudo elaborado de acordo com edital 01/2018. GRÁTIS CD ROM de apoio com Testes, Dicas e Vídeo Aulas.

Os vencimentos do Cargo de Guarda Civil Municipal e de R$ 1.769,49, em jornada de trabalho e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

Inscrições Concurso da Prefeitura de Guaxupé - MG – Edital nº 01/2018

Para se inscrever o candidato deverá acessar o site da organizadora  no endereço eletrônico (www.institutomais.org.br) e preencher a ficha de inscrição no período dos dias 12 de novembro, a partir das 10h, até às 17h de 10 de dezembro de 2018, observado o Horário Oficial de Brasília/DF. A taxa de inscrição é de R$ 50,00.

Provas Concurso Prefeitura de Guaxupé – MG – Edital nº 01/2018

Os candidatos serão submetidos a prova escrita de conhecimentos gerais, prova objetiva, prova de aptidão física, avaliação psicológica, investigação de conduta social, avaliação médica específica para o cargo e, por último, curso de formação de guarda civil municipal.

A prova objetiva será realizada na cidade de Guaxupé, na data prevista de 27 de janeiro de 2019, em locais e horários a serem comunicados oportunamente.


O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da data da publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado por mais 02 anos, a critério da Prefeitura Municipal de Guaxupé/MG.

Edital e Inscrições concurso Prefeitura de Guaxupé 2018

Conteúdos programáticos da Apostila concurso Guarda Civil Municipal de Guaxupé 2018 - PDF (clique aqui)

LÍNGUA PORTUGUESA
Ortografia oficial; Classes de palavras; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Formas de tratamento; Verbos; Colocação de pronomes nas frases; Correção de textos; Sintaxe: termos essenciais da oração; Análise e interpretação de textos; Redação oficial de cartas, ofícios, requerimentos, telegramas e certidões. MATEMÁTICA Conjunto de números: naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais, operações, expressões (cálculo), problemas, raiz quadrada; MDC e MMC – cálculo – problemas; Porcentagem; Juros Simples; Regra de três simples e composta; Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional (Real); Equações: 1º e 2º graus; Inequações do 1º grau. 

ATUALIDADES

Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, divulgados na mídia local e/ou nacional, veiculados nos últimos 06 (seis) meses anteriores à data da prova. 

NOÇÕES DE INFORMÁTICA

Noções básicas de armazenamento de dados: arquivos, pastas, programas; MS Office: Word, Excel, PowerPoint e Outlook (Versão 2007 e/ou versão atualizada); conceitos básicos e características do sistema operacional Windows; conceitos e modos de utilização de ferramentas Internet Explorer; conceitos básicos de segurança da Informação com foco no comportamento do usuário. 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Constituição Federal Brasileira de 1988 e suas Emendas: Título I – Dos Princípios Fundamentais. Título II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais, do Capítulo I – Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos; Emenda Constitucional nº 45/2004; Declaração Universal dos Direitos do Homem de 1948 (ONU); Lei Orgânica do Município de Guaxupé e suas alterações; Código de Trânsito Brasileiro; Resolução 66/98 do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN; Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990) e suas alterações; Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, de 1 de outubro de 2003) e suas alterações; Legislação Ambiental: Lei da Ação Civil Pública (nº 7.347, de 24 de julho de 1985), Lei de Crimes Ambientais (nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998), Decreto-Lei do Patrimônio Cultural (nº 25, de 30 de novembro de 1937) e Lei da Política Nacional do Meio Ambiente (nº 6.938, de 17 de janeiro de 1981) e Bens de Domínio Público (Direito Administrativo).

Confira as Atribuições Básicas dos Cargos:

Proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas; Preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas; Patrulhamento preventivo; Compromisso com a evolução social da comunidade; e uso progressivo da força.

Zelar pelos bens, equipamentos e prédios públicos do Município; Prevenir e inibir, pela presença e vigilância, bem como coibir, infrações penais ou administrativas e atos infracionais que atentem contra os bens, serviços e instalações municipais; Atuar, preventiva e permanentemente, no território do Município, para a proteção sistêmica da população que utiliza os bens, serviços e instalações municipais; Colaborar, de forma integrada com os órgãos de segurança pública, em ações conjuntas que contribuam com a paz social; Colaborar com a pacificação de conflitos que seus integrantes presenciarem, atentando para o respeito aos direitos fundamentais das pessoas;

Exercer as competências de trânsito que lhes forem conferidas, nas vias e logradouros municipais, nos termos da Lei no9.503, de 23 de setembro de 1997 (Código de Trânsito Brasileiro), ou de forma concorrente, mediante convênio celebrado com órgão de trânsito estadual ou municipal; Proteger o patrimônio ecológico, histórico, cultural, arquitetônico e ambiental do Município, inclusive adotando medidas educativas e preventivas;

Cooperar com os demais órgãos de defesa civil em suas atividades; interagir com a sociedade civil para discussão de soluções de problemas e projetos locais voltados à melhoria das condições de segurança das comunidades; estabelecer parcerias com os órgãos estaduais e da União, ou de Municípios vizinhos, por meio da celebração de convênios ou consórcios, com vistas ao desenvolvimento de ações preventivas integradas; articular-se com os órgãos municipais de políticas sociais, visando à adoção de ações interdisciplinares de segurança no Município; integrar-se com os demais órgãos de poder de polícia administrativa, visando a contribuir para a normatização e a fiscalização das posturas e ordenamento urbano municipal;

Garantir o atendimento de ocorrências emergenciais, ou prestá-lo direta e imediatamente quando deparar-se com elas; encaminhar ao delegado de polícia, diante de flagrante delito, o autor da infração, preservando o local do crime, quando possível e sempre que necessário;

Contribuir no estudo de impacto na segurança local, conforme plano diretor municipal, por ocasião da construção de empreendimentos de grande porte; desenvolver ações de prevenção primária à violência, isoladamente ou em conjunto com os demais órgãos da própria municipalidade, de outros Municípios ou das esferas estadual e federal; auxiliar na segurança de grandes eventos e na proteção de autoridades e dignitários; e atuar mediante ações preventivas na segurança escolar, zelando pelo entorno e participando de ações educativas com o corpo discente e docente das unidades de ensino municipal, de forma a colaborar com a implantação da cultura de paz na comunidade local. No exercício de suas competências, a guarda municipal poderá colaborar ou atuar conjuntamente com órgãos de segurança pública da União, dos Estados e do Distrito Federal ou de congêneres de Municípios vizinhos.

EDITAIS E COMUNICADOS


Clique aqui para visualizar o EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO No. 01/2018 na íntegra.

VEJA MAIS

Concurso da CAERN 2018 - Apostilas PDF

CAERN concurso 2018 - Apostilas PDF

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte, torna público, por meio do Instituto IBADE, que realizará Concurso Público Nº 001/2018/CAERN/18 DE SETEMBRO DE 2018, para cinco vagas e formação de cadastro de reserva (CR) para níveis médio e superior, em qualquer município do Estado do Rio Grande do Norte.

As funções com vagas na CAERN são de Técnico em Segurança do Trabalho (1); Administrador (2); Analista de Sistema (1); Contador (1) e Economista (1)., com jornada de trabalho de 40 horas semanais e remunerações que variam de R$ 3.021,64 e R$ 6.295,10, para os novos profissionais de níveis Médio/ Técnico e Superior.

Apostilas PDF CAERN 2018 - Cargo de Administrador, Economista, Contador e Analista de Sistema (Conteúdo Comum a Todos os Cargos nível superior) - Apostila Concurso da CAERN PDF 2018.

Apostilas PDF CAERN 2018 - Cargo de Administrador, Economista, Contador e Analista de Sistema (Conteúdo Comum a Todos os Cargos nível superior)


O prazo de validade do presente Concurso Público CAERN é de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

DA INSCRIÇÃO

As inscrições para Concurso da CAERN serão realizadas via Internet, no site do IBADE, no período de 19 de setembro de 2018 a 21 de outubro de 2018.
  • A taxa de inscrição será cobrada da seguinte forma:
R$ 50,00 para a função de ensino médio;
R$ 88,00 para as funções de ensino superior.

DA PROVAS

Os candidatos serão avaliados por meio das seguintes etapas, válidas para todos os empregos.

1ª Etapa - Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório;
2ª Etapa - Prova Discursiva, de caráter classificatório e eliminatório;
3ª Etapa - Redação, de caráter classificatório e eliminatório;
4ª Etapa - Prova de Títulos - titulação acadêmica e experiência para o ensino superior e somente experiência para o ensino médio, de caráter unicamente classificatório.
A prova bjetiva, discursiva e de redação está prevista para ser realizada no dia 18 de novembro de 2018, na cidade de Natal.

Prepare-se: conteúdo programático concurso CAERN2018 - Apostilas CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR.

O Extrato do Edital e o resultado final do Concurso Público serão publicados no Diário Oficial do Estado e nos sites www.ibade.org.br e www.caern.com.br.

Confira aqui a Apostila da CAERN PDF Cargos nível superior 2018 - Conteúdo Comum a Todos os Cargos Administrador, Economista, Contador e Analista de Sistema.

VEJA MAIS

Concurso da Câmara de Santo André - Apostila PDF

 edital concurso Câmara de Santo André SP

A Câmara Municipal de Santo André/SP, torna públicas as inscrições relativas à realização do Concurso Público para provimento de 28 cargos públicos vagos em seu quadro de pessoal, para candidatos de níveis fundamental e superior. O edital concurso da Câmara de Santo André terá a execução do Instituto Brasileiro de Administração Municipal – IBAM, sob o Regime Estatutário.

DOS CARGOS, VAGAS e SALÁRIOS

O Concurso da Câmara de Santo André destina-se a selecionar candidatos para provimento dos cargos vagos de Controlador Interno, Motorista do Legislativo, Procurador Legislativo, Técnico Legislativo Administrativo, Técnico Legislativo em Fotografia, Técnico Legislativo em Som e Imagem, Técnico Legislativo Especializado em Ciências Contábeis, Técnico Legislativo Especializado em Desenvolvimento de Sistemas Web, Técnico Legislativo Especializado em Designer Gráfico, Técnico Legislativo Especializado em Economia e Finanças, Técnico Legislativo Especializado em Engenharia, Técnico Legislativo Especializado em Gestão de Pessoas, Técnico Legislativo Especializado em Jornalismo, Técnico Legislativo Especializado em Psicologia e Técnico Legislativo Especializado em Relações Públicas.

Os salários ofertados variam de R$ 3.005,95 a R$ 8.503,49, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, conforme o edital Câmara Municipal de Santo André - SP.

DA INSCRIÇÃO

As inscrições ficarão abertas exclusivamente através da Internet no período de 17 de setembro de 2018 a 18 de outubro de 2018. O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 45,00 e R$ 81,00.

Apostila PDF Câmara de Santo André 2018 - Conteúdo de Prova - Concurso Público 2018
apostila PDF Câmara de Santo André 2018 - Conteúdo de Prova 2018

DAS PROVAS OBJETIVAS

Este concurso contará com a realização das seguintes etapas:
  • Provas objetivas de caráter classificatório e eliminatório para todos os candidatos;
  • Prova prática de caráter classificatório e eliminatório exclusivamente para o cargo de Técnico Legislativo em Som e Imagem.
  • Prova de títulos de caráter classificatório somente para o cargo de Procurador Legislativo.
A prova objetiva, para todos os cargos, tem como data prevista para aplicação o dia 18 de novembro de 2018, com duração de três horas. Será cobrado na prova objetiva da Câmara de Santo André questões de língua portuguesa, matemática e conhecimento específico, conforme o cargo pretendido.

Apostila concurso da Câmara de Santo André PDF Conteúdo de Prova Concurso Público 2018 (clique aqui)

Para serem considerados habilitados na prova objetiva, os candidatos deverão: 
  • Técnico Legislativo em Som e Imagem - Estar entre os 7 candidatos com melhor nota mais os empatados na última nota considerada para esse fim, e ter obtido, no mínimo, 50% de acertos na prova objetiva.
  • Demais cargos - Ter obtido, no mínimo, 50% de acertos na prova objetiva.
A prova prática será avaliada na escala de 0 a 40 pontos, sendo habilitado somente o candidato que obtiver nota igual ou superior a 20 pontos.

DA PROVA DE TÍTULOS
Haverá Prova de Títulos para o cargo de PROCURADOR LEGISLATIVO de caráter classificatório.

Os títulos deverão ser entregues na mesma data e horário de aplicação da prova escrita objetiva, a mesma tem como propósito valorizar a formação acadêmica do candidato. Os pontos dos títulos serão somados ao total de pontos obtidos na prova escrita objetiva. Não haverá desclassificação do candidato pela não apresentação dos títulos.

A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgados oportunamente através de Edital de Convocação para as provas a ser publicado no dia 09 de novembro de 2018 no jornal Diário do Grande ABC, no site do IBAM www.ibamsp-concursos.org.br e da Câmara www.cmsandre.sp.gov.br

O prazo de validade do concurso é de dois anos, a contar da data de homologação, prorrogável por igual período, a juízo da Câmara Municipal de Santo André.

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CONCURSO CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ

Controlador Interno (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Dirigir, planejar, orientar e supervisionar a realização das competências da Controladoria da Câmara Municipal definidas, em linha com as orientações administrativas da Presidência da Câmara; Elaborar e implantar planos anuais de auditoria de controle interno; Consubstanciar suas análises e conclusões em relatórios mensais e anual de controle interno; Apresentar à Presidência os relatórios mensal e anual de controle interno; Orientar os gestores e acompanhar a implantação de suas recomendações junto às Unidades competentes da Câmara Municipal de Santo André; Promover medidas legais cabíveis ao cumprimento de suas atividades; Assinar o Relatório de Gestão Fiscal, em conjunto com as autoridades da Administração Financeira do Legislativo; Promover o cumprimento das competências da Controladoria Interna previstas nesta lei; Controlar a frequência dos servidores vinculados à unidade administrativa; Elaborar normas e papéis de trabalho para realização de suas atividades. 

Motorista do Legislativo (conforme Lei n° 9.843/2016- Anexo II) Executar atividades operacionais que envolvem a condução e conservação de veículos da Câmara, providenciando abastecimento e limpeza, registrando informações sobre o uso do veículo, identificando itinerários mais adequados, realizando manobras no estacionamento, bem como realizar retiradas e entregas quando determinadas pelos superiores, além de outras tarefas correlatas. 

Procurador Legislativo (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Representar judicial e administrativamente a Câmara Municipal, em defesa de suas prerrogativas; Elaborar pareceres e manifestações jurídicas em processos administrativos, sugerindo, quando for o caso, a adoção de caráter normativo; Assessorar a Mesa da Câmara, os Vereadores, as Comissões Parlamentares e os órgãos da Câmara em assuntos jurídicos; Orientar o Presidente e a Mesa da Câmara quanto ao cumprimento de decisões judiciais; Efetuar o controle de legalidade em sindicâncias e procedimentos disciplinares; Elaborar estudos de natureza jurídico-administrativa; Ingressar em juízo em defesa das prerrogativas da Câmara Municipal; Exarar pareceres em projetos normativos; Prestar assessoramento jurídico à Mesa Diretora, às Comissões e aos Vereadores, emitindo pareceres sobre assuntos em tramitação no Plenário, inclusive através de pesquisas de legislação, jurisprudências, doutrinas e instruções regulamentares; Elaborar minutas de informações a serem prestadas ao Judiciário em mandados de segurança requeridos contra a Câmara, na pessoa de seu Presidente, ou contra as demais autoridades integrantes de sua estrutura administrativa; Interpretar normas legais e administrativas diversas, para responder a consultas dos interessados bem como manifestar-se sobre questões de interesse da Câmara e das diversas Comissões que apresentem aspectos jurídicos específicos, orientando a elaboração de relatórios conclusivos; Assistir à Câmara na negociação de contratos, convênios e acordos com outras entidades públicas ou privadas; Assistir à Câmara, em colaboração com a Diretoria de Apoio Legislativo, em todas as fases de processos licitatórios (análises de editais, impugnações, recursos e outras); Prestar assessoramento jurídico na elaboração de informações em resposta a questionamentos de órgãos públicos, tais como: Ministério Público, Tribunal de Contas, Corporações Policiais e outros; Elaborar estudos jurídicos sobre assuntos de interesse da Instituição; Prestar assessoramento jurídico, quando solicitado, à área administrativa, à Diretoria Geral, à Presidência e à Mesa Diretora, sobre assuntos de interesse da instituição; Emitir pareceres sobre processos administrativos relativos à interpretação da legislação trabalhista, estatutária, previdenciária, tributária e de processo legislativo e regimental, quando solicitado pela Mesa Diretora, Presidência e Comissões Parlamentares; Prestar assessoramento e emitir pareceres, quando solicitado, à Mesa Diretora, Presidência, Comissões Parlamentares e Vereadores, em matéria legislativa e correcional; Acompanhar internamente os processos em que a Câmara é parte ou interessada; Elaborar defesas, escritas e orais, e demais peças processuais de estilo; Elaborar relatórios de atividades, visando o controle das ações em juízo distribuídas à Procuradoria; Representar o Poder Legislativo, em qualquer juízo, instância ou tribunal, inclusive fora deles, na defesa dos seus direitos, em ações e medidas em que este for parte ou interessado, prestando-lhe a devida assistência jurídica, na forma prevista em normas legais e acompanhando todo o processo até a decisão final; Assessorar as unidades administrativas e legislativas da Câmara, nos assuntos jurídicos de interesse do Legislativo Municipal, em todas as áreas do direito, elaborando manifestações, pareceres, despachos, minutas de decreto legislativo, resoluções, atos da mesa e do presidente, portarias, dentre outros; Elaborar petições, recursos, pareceres ou outras peças jurídicas no âmbito administrativo; Redigir documentos jurídicos, pronunciamentos, minutas e informações sobre questões de natureza administrativa, e outras, aplicando a legislação em questão, para reutilizá-los na defesa da Câmara Municipal; Participar ou dar suporte jurídico, junto à Diretoria de Assuntos Jurídicos, em sindicâncias e processos administrativos disciplinares; Elaborar pareceres e manifestações, em sindicâncias, processos administrativos disciplinares e requerimentos em geral; Manter contatos com a consultoria técnica especializada e participar de eventos específicos da área, para se atualizar em questões jurídicas pertinentes ao Poder Legislativo Municipal; Acompanhar publicações, livros técnicos, bem como legislação municipal, estadual e federal, para cumprimento dos procedimentos legais em vigor; Prestaresclarecimentos e orientar os servidores da Câmara; Atuar em equipe multiprofissional na orientação e supervisão de estagiários e outros profissionais na execução de seus serviços; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara Municipal; Contestar posicionamento jurídico interno e resolver divergências, exarando parecer final, quando o posicionamento do corpo de assistência jurídica da Casa, for conflitante com jurisprudências ou visão da maioria da doutrina doutrinária; Zelar pela conservação dos equipamentos e do local de trabalho; Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional; Zelar pela realização das competências da Câmara Municipal definidas nesta lei, em linha com as orientações administrativas da Presidência da Câmara. 

Técnico Legislativo Administrativo (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Auxiliar nos serviços de natureza administrativa, específicos de cada departamento ou setor da Câmara; Redigir, digitar, conferir, corrigir ofícios ou quaisquer outros tipos de correspondência oficial; Digitar, conferir e corrigir proposituras, projetos, emendas, relatórios, contratos, termos aditivos, planilhas, tabelas, encaminhados por seus superiores hierárquicos; Operar softwares e sistemas de informática, inserindo dados necessários ao bom atendimento dos serviços da Câmara; Conferir, ordenar e arquivar processos, publicações oficiais, documentos, livros, periódicos, prontuários, documentos fiscais e contábeis; Atender a funcionários, vereadores e público, fornecendo informações gerais atinentes ao serviço realizado, pessoalmente, por meio eletrônico ou por telefone; Auxiliar nas sessões ordinárias, extraordinárias, solenes, nos atos solenes e atividades oficiais da Câmara, no tocante aos serviços administrativos para o bom andamento dos trabalhos; Integrar, quando designado, Comissões diversas e Equipes de Apoio ao Pregoeiro, e atuar como preposto (fiscal) em contratos administrativos; Comunicar ao superior hierárquico os problemas que prejudiquem o desenvolvimento dos trabalhos; Propor ao superior hierárquico a adoção de medidas capazes de simplificar e facilitar a execução dos trabalhos afetos ao seu serviço; Atender a outros serviços da Câmara que forem determinados pelos superiores hierárquicos; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo em Fotografia (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Realizar o registro fotográfico de reuniões e sessões ordinárias, extraordinárias, solenes, itinerantes, de instalação da legislatura, eleição da Mesa Diretora, audiências públicas, entre outras; Fotografar solenidades, inaugurações, congressos, visitas técnicas dos Vereadores, reuniões internas e externas, sempre que solicitado pela Mesa Diretora ou Presidente, além de outros eventos que tenham a participação oficial da Câmara Municipal; Revelar, tratar, melhorar, ampliar, reduzir e disponibilizar as fotografias aos Vereadores, servidores e demais órgãos da imprensa interessados; Criar efeitos gráficos em imagens obtidas por processos digitais e as reproduzir sobre papel ou outro meio; Organizar e manter organizado o arquivo fotográfico da Câmara Municipal; Atender à escala de trabalho quando determinada pelo superior hierárquico; Ter domínio sobre técnicas de iluminação, enquadramento e composição de cena; Ter domínio sobre softwares de edição e tratamento de imagem; Manter e conservar os materiais e equipamentos fotográficos; Orientar os servidores que auxiliam na execução de atribuições típicas; Executar outras atividades inerentes ao cargo sempre que solicitado por seu superior imediato; Comunicar ao superior hierárquico qualquer irregularidade ocorrida no desenvolvimento do trabalho; Apresentar relatório anual, das atividades executadas; Manter-se sempre atualizado quanto às novas tecnologias relativas à fotografia, de forma a garantir que a Câmara Municipal se mantenha atualizada em relação a sua área de atuação; Executar outro serviço pertinente ao setor, quando determinado pelo superior hierárquico; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo em Som e Imagem (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Executar serviços de som e imagem por meio dos equipamentos disponíveis no Legislativo; Executar serviços de registros e/ou transmissão de solenidades, atividades e eventos gerais da Casa realizados interna e externamente; Executar a edição de material produzido; Efetuar cópias de materiais produzidos no setor quando requisitadas; Atender à escala de trabalho quando determinada pelo superior hierárquico; Fazer cobertura fotográfica dos eventos realizados; Fazer a identificação das fotos e vídeos quando baixadas no computador; Alimentar o programa de busca de dados fotográficos e audiovisuais; Operar sistemas eletrônicos de apoio ao trabalho legislativo em Plenário; Comunicar ao superior hierárquico qualquer irregularidade ocorrida no desenvolvimento do trabalho; Executar outro serviço pertinente ao setor, quando determinado pelo superior hierárquico; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor.

Técnico Legislativo Especializado em Ciências Contábeis (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Efetuar a análise e o controle das operações contábeis, planejamento, implantação e acompanhamento de sistemas de contabilidade, orçamento e custos; Supervisionar a classificação e o empenho, em livro próprio, todas as despesas da Câmara para posterior pagamento; Realizar inspeções técnicas; Fazer auditorias contábeis, financeiras e contabilidade pública; Acompanhar o cumprimento da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) pelo Legislativo e providenciar os relatórios de gestão fiscal; Operar o programa informatizado de contabilidade; Supervisionar a classificação, bem como empenhar, em livro próprio, todas as despesas da Câmara para posterior pagamento; Providenciar a escrituração e manter em dia as contas correntes e o Livro Caixa, bem como os livros Diários e Razão, em conformidade com as normas de contabilidade pública; Fiscalizar a escrituração e supervisionar as contas correntes, o Livro-Caixa, bem como os livros Diários e Razão; Acompanhar mensalmente a realização dos balancetes da Despesa, Receita e Financeiro, bem como as planilhas de controle do Caixa e Bancos; Atender os fiscais do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, quando da realização da auditoria anual e elaborar os relatórios mensais; Proceder à conferência de documentos contábeis e fiscais, notas fiscais de prestação de serviços e fornecimentos e demais documentos para posterior liquidação; Efetuar a análise, conferência e o controle dos prazos das garantias contratuais; Apresentar mensalmente ao superior hierárquico os balancetes da Despesa, Receita e Financeiro, bem como as planilhas de controle do Caixa e Bancos; Assinar balancetes mensais, balanços anuais e demais demonstrativos contábeis e fiscais; Apresentar, anualmente, ao superior hierárquico, relatório circunstanciado de suas atividades; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo Especializado em Desenvolvimento de Sistemas Web (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Analisar, projetar, desenvolver e administrar sites internet e intranet, incluindo desenvolvimento das páginas e administração dos servidores, em conjunto com a administração do sistema; Dimensionar requisitos e funcionalidades para o ambiente; Analisar, desenvolver e implantar a parte visual dos projetos de websites, utilizando técnicas e ferramentas de web designer; Gerenciar e supervisionar atividades terceirizadas de webmaster e de web designer; Elaborar projetos, bem como implantar, configurar e testar sistemas de transmissão via web, de programas ao vivo e de conteúdo sob demanda; Colaborar com a administração de sistemas de vídeo e áudio streaming; Coletar dados e estimar as necessidades técnicas dos usuários; Participar na elaboração e atualização do plano diretor de informática; Preparar, manter e zelar pela documentação e registro do fluxo de dados dos sistemas desenvolvidos verificando sua eficiência e corrigindo quando necessário; Especificar e programar a arquitetura de informação e colaboração; Definir a estrutura navegacional do ambiente WEB; Escolher ferramentas de desenvolvimento e gerenciamento de conteúdo; Integrar ferramentas e produtos para construção dos ambientes web; Especificar procedimentos e rotinas, administrar a infraestrutura dos ambientes web; Prestar treinamento e suporte técnico ao usuário; Elaborar documentação técnica e tutoriais de utilização dos ambientes; Estabelecer padrões e metodologias para desenvolvimento e gerenciamento; Coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes web; Pesquisar tecnologias de TI na construção de intranets e portais. Manter-se sempre atualizado quanto às novas tecnologias de TI, a fim de garantir que a Câmara Municipal de Santo André adote as tecnologias mais atuais no que tange a sua área de atuação; Executar serviços técnicos usando os meios compatíveis com a natureza de cada um para cumprir atribuições funcionais e dispositivos regulamentares; Redigir relatórios e outros tipos de informação, registrando as atividades de seu setor de trabalho; Redigir pareceres referentes às suas atividades; Redigir documentos técnicos, documentos legais e correspondências relativos à sua área de atuação; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades administrativas de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Prover suporte técnico a Comissões, Mesa Diretora, Presidência e Diretoria Geral em assuntos relacionados à sua atividade; Realizar a certificação de documentos, conferindo-os, carimbando-os e assinando-os para envio aos solicitantes; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes da unidade; Realizar outras atribuições afins. 

Técnico Legislativo Especializado em Designer Gráfico (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Planejar, executar, criar e desenvolver propostas e soluções de comunicação por meio de artes e desenhos ou qualquer outro tipo de comunicação visual aplicável aos espaços internos e externos, utilizando ferramentas gráficas computacionais e visão ética; Produzir artes para os diversos veículos de comunicação com fins jornalísticos, institucionais e publicitários, de forma a promover a imagem da Câmara e divulgar seus atos, eventos e conceitos para a população; Produzir artes para mídias sociais; Executar programação visual de diferentes gêneros e formatos gráficos para peças publicitárias como livros, portais, painéis, folders e jornais; Desenvolver e empregar elementos criativos e estéticos de comunicação visual gráfica; Criar ilustrações; Desenvolver e aplicar tipografias; Desenvolver elementos de identidade visual; Aplicar e implementar sinalizações; Analisar, interpretar e propor a produção da identidade visual das peças; Controlar, organizar e armazenar materiais físicos e digitais da produção gráfica produzida na Câmara Municipal; Apresentar relatório anual, das atividades executadas; Manter-se sempre atualizado quanto às novas tecnologias relativas à Design Gráfico, de forma a garantir que a Câmara Municipal se mantenha atualizada em relação a sua área de atuação; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades administrativas de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Prover suporte técnico a Comissões, Mesa Diretora, Presidência e Diretoria Geral em assuntos relacionados a sua atividade; Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional; Executar outro serviço pertinente a unidade quando determinado pelo superior hierárquico; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo Especializado em Economia e Finanças (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Manifestar-se nos processos administrativos de ordem financeira; Assessorar os Vereadores em matérias relacionadas a Direito Financeiro, Direito Tributário e Contabilidade Pública; Exarar pareceres sobre os balancetes patrimoniais, orçamentários, econômicos e financeiros da administração direta e indireta; Assessorar os Vereadores sobre matéria do Plano Plurianual de Investimentos, do Orçamento Anual e da Lei de Diretrizes Orçamentárias; Elaborar projetos de lei da área financeira; Acompanhar o cumprimento da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) pelo Executivo no que se refere ao atendimento dos prazos para envio, ao Legislativo, da documentação legalmente exigida; Acompanhar o cumprimento da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) pelo Legislativo; Apresentar, anualmente, ao superior hierárquico, relatório circunstanciado de suas atividades; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo Especializado em Engenharia (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Coordenar serviços de engenharia, tais como: elétrica, hidráulica, civil, entre outras, distribuindo tarefas à equipe, definindo ações, concedendo instruções, provendo suporte técnico e certificando-se quanto à correspondência às especificações e exigências, a fim de atender aspectos relacionados a prazos, custos e qualidade de obras; Controlar a utilização de recursos aprovados para sua área, acompanhando a adequação de gastos ao orçamento pré-estabelecido, visando atender o planejamento financeiro; Garantir as condições ideais de operação e manutenção das dependências da Câmara, orientando e acompanhando atividades de manutenção preventiva e corretiva, bem como, estabelecendo prioridades na execução dos serviços, visando à operação e funcionalidade de todas as instalações; Elaborar manuais, normas, procedimentos, especificações técnicas e padrões de engenharia, indicando e divulgando a metodologia a ser utilizada, a fim de possibilitar a melhoria contínua quanto a desempenho; Especificar materiais, máquinas e equipamentos a serem aplicados no desenvolvimento dos trabalhos, analisando o escopo das obras e as normas de segurança exigidas, visando atender exigências legais e possibilitar a aquisição dos recursos; Participar de reuniões com outras áreas da Câmara, cientificando-se quanto a mudanças de procedimentos e outras questões, esclarecendo dúvidas relacionadas à sua área de atuação e realizando outras atividades, visando manter-se atualizado quanto às aplicações a serem efetuadas; Controlar o cronograma de manutenção preventiva, acompanhando mapas de controle através do sistema de gestão, a fim de assegurar a otimização da vida útil de máquinas e equipamentos; Elaborar e controlar o cronograma de conservação das áreas internas, acompanhando mapas de controle, a fim de assegurar a qualidade e otimização da vida útil dos materiais existentes; Garantir que os serviços sejam executados de acordo com as condições físicas do local, prestando esclarecimentos e emitindo pareceres técnicos concernentes à realização de atividades de manutenção de instalações e equipamentos, visando atender as exigências das obras; Estabelecer metas e diretrizes para a equipe de trabalho, planejando, orientando, definindo atribuições e realizando outras atividades, com a finalidade de cumprir as tarefas conforme prazos e custos previstos; Supervisionar ou administrar os serviços prestados por terceiros em sua área de atuação, controlando e fiscalizando o desenvolvimento dos trabalhos e os resultados obtidos, visando o atendimento aos padrões de qualidade exigidos; Assessorar a Gerência de Infraestrutura e Serviços e a Diretoria Geral quanto à definição de metas a serem atingidas, elaborando estudos e projetos, evidenciando aspectos técnicos de sistemas, mão de obra e materiais/equipamentos relacionados às obras, objetivando atender as expectativas; Elaborar relatórios técnicos sobre as atividades desenvolvidas, discriminado serviços executados, materiais e mão de obra utilizados, cálculos de homem/hora e outras informações pertinentes, objetivando informar e atender as exigências; Manter intercâmbio com fornecedores, prestando informações e soluções em relação aos serviços executados ou a executar; Observar o cumprimento das Normas de Segurança do Trabalho, visando garantir a integridade física do trabalhador; Elaborar orçamentos relacionados a reformas civis, elétricas entre outras; Manter a equipe qualificada e motivada para o desenvolvimento dos trabalhos, orientando e buscando o aprimoramento técnico/operacional, visando a capacitação profissional dos funcionários; Analisar legislação, documentação e processos referentes à sua área de atuação, emitindo pareceres e despachos; Executar serviços técnicos usando os meios compatíveis com a natureza de cada um para cumprir atribuições.
funcionais e dispositivos regulamentares; Redigir relatórios e outros tipos de informação, registrando as atividades de sua unidade de trabalho; Redigir pareceres referentes às suas atividades; Redigir documentos técnicos, documentos legais e correspondências; Executar outros serviços correlatos, quando determinados pelo superior hierárquico; Manter-se sempre atualizado quanto às novas tecnologias relativas à sua formação acadêmica, de forma a garantir que a Câmara Municipal se mantenha atualizada em relação a sua área de atuação; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades administrativas de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Prover suporte técnico a Comissões, Mesa Diretora, Presidência e Diretoria Geral em assuntos relacionados a sua atividade; Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional. Executar outro serviço pertinente a unidade quando determinado pelo superior hierárquico; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

Técnico Legislativo Especializado em Gestão de Pessoas (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Desenvolver atividades de administração de pessoal, elaborando e analisando a folha de pagamento, efetuando o pagamento de proventos e outras verbas remuneratórias, emitindo relatórios, declarações fiscais e guias de recolhimento de tributos, gerando arquivos bancários, cartas e lançamentos financeiros, conferindo a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) e DIRF (Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte), acompanhando alterações na legislação trabalhista, estatutária e previdenciária, procedendo transferências de servidores entre áreas e provendo suporte técnico a funcionários e demais integrantes da equipe, visando o atendimento de demandas; Desenvolver atividades com foco em relações sindicais, analisando, acompanhando e orientando a aplicação de índices de correção salarial e pisos de vencimentos, benefícios, direitos, obrigações e outros aspectos, visando o enquadramento da Câmara às disposições legais e minimizar riscos de passivo trabalhista; Desenvolver atividades de análise e controle de benefícios, apoiando a administração de vales refeição e alimentação, empréstimos, convênios de assistência médica e odontológica, seguro de vida e outros, estudando novos contratos e determinações legais, esclarecendo dúvidas, prestando orientações à folha de pagamento a respeito de inclusões, exclusões e alterações e elaborando relatórios, visando à manutenção de estrutura adequada à satisfação dos servidores conforme as normas legais e internas que versam sobre o assunto; Desenvolver atividades inerentes à fiscalização trabalhista, estatutária e previdenciária, solicitando e levantando documentações, emitindo certidões, elaborando cartas e declarações, atendendo à fiscalização e requisitando e acompanhando o pagamento de débitos, visando evitar e apoiar a defesa da Câmara em processos judiciais e cumprir exigências de processos licitatórios; Desenvolver atividades de remuneração, descrevendo, analisando e avaliando cargos, realizando pesquisas de mercado, elaborando e mantendo tabelas salariais e programas de remuneração fixa e variável, projetos específicos, indicadores, bem como procedimentos, fluxos e políticas, analisando movimentações de pessoal, fornecendo dados salariais para processos licitatórios e orientando as áreas e demais integrantes da equipe em práticas salariais, visando manter uma estrutura de cargos e salários adequada às diversas demandas de pessoal da Câmara mediante a atração, motivação e retenção de profissionais qualificados; Desenvolver programas e políticas de gestão de pessoas, aperfeiçoando atividades na sua área de atuação, visando à capacitação técnica, treinamento, motivação organizacional e melhoria da formação dos servidores; Colaborar com o psicólogo no gerenciamento do clima organizacional; Desenvolver programas específicos em função de necessidades levantadas em pesquisa de clima e outras; Elaborar pareceres, consultas, emendas, aditivos e outros documentos, com base na legislação pertinente; Consultar matérias relativas aos termos das proposições e indicações dos Vereadores, para deliberação do Plenário; Elaborar proposições legislativas (leis, projetos, moções, requerimentos, indicações e outras) para os Vereadores, de acordo com a sua especialidade profissional, solicitando informações a órgãos públicos, se necessário; Analisar legislação, documentação e processos referentes à sua área de atuação, emitindo pareceres e despachos; Preparar atos administrativos da Mesa Diretora, Presidência da Câmara e Diretoria Geral; Interpretar leis, regulamentos e instruções relativas a assuntos de administração geral e particularmente em sua área de atuação, para fins de aplicação, orientação e assessoramento; Executar serviços técnicos usando os meios compatíveis com a natureza de cada um para cumprir atribuições funcionais e dispositivos regulamentares; Redigir relatórios e outros tipos de informação, registrando as atividades de seu setor de trabalho; Redigir pareceres referentes às suas atividades; Redigir documentos técnicos, documentos legais e correspondências relativos à sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Realizar outras atribuições afins; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes da unidade.

Técnico Legislativo Especializado em Jornalismo (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Coletar informações, realizando entrevistas, pesquisas, coberturas e diagnósticos de opinião, promovendo contatos, selecionando assuntos, redigindo matérias, textos e comentários considerados importantes e de interesse para a Casa, editando boletins e mantendo informados o Presidente da Câmara e os Vereadores Municipais, para permitir a produção e divulgação de reportagens, notícias, artigos, crônicas, comentários e notas de caráter informativo ou interpretativo; Realizar ou coordenar entrevistas com Vereadores para a publicação nos órgãos de imprensa; Redigir textos informativos que concorram para o permanente esclarecimento da opinião pública a respeito de atos e fatos políticos, atividade parlamentar e funções institucionais da Câmara Municipal; Divulgar os trabalhos da Câmara Municipal através da coordenação e/ou execução de um Portal do Governo Municipal que apresente as informações institucionais, mantendo o site diariamente atualizado; Divulgar informações sobre as atividades da Câmara, redigindo notas, artigos, resumos e textos em geral, digitando e revisando originais, editando e revendo provas, encaminhando as matérias para publicação em órgãos de circulação externa ou interna; Realizar editoração e revisão de originais e provas de matéria a ser impressa, lendo e corrigindo erros gramaticais e tipográficos, para assegurar a correção dos textos publicados sob responsabilidade da Câmara; Coordenar e executar o acompanhamento do noticiário nacional e internacional de interesse da Câmara, lendo, ouvindo, vendo, analisando, selecionando e classificando textos, gravações, ilustrações, fotos e filmes, para distribuição; Acompanhar as programações da Câmara, providenciando gravação e posterior transcrição de palestras, debates e depoimentos, supervisionando a realização de fotografias e filmagens, recolhendo informações para documentação ou publicação de notícias sobre os eventos; Assistir ao Presidente da Câmara e Vereadores em suas funções de representação, orientando-os sobre normas protocolares, visitando ou recepcionando convidados, mantendo relação atualizada de autoridades federais, estaduais e municipais, organizando solenidades e eventos diversos; Colaborar no planejamento de campanhas promocionais, utilizando meios de comunicação de massa e outros veículos de publicidade e difusão, para divulgar mensagens; Organizar, juntamente com profissionais afins, eventos relacionados às atividades legislativas; Coordenar atividades de operação de equipamentos de áudio e vídeo, supervisionando e controlando tarefas de instalação, teste, manutenção, movimentação e guarda de alto-falantes, microfones, amplificadores, retroprojetores, slides, películas, videotapes, videocassetes e similares, visando à realização de eventos; Controlar o arquivo de gravações e imagens; Opinar sobre conteúdos, bem como responder por conteúdos, criação, produção, direção e edição de programas veiculados pela TV e pelo Rádio; Controlar atividades de documentação de eventos, fotografando reuniões, festas, solenidades, inaugurações, congressos e outros acontecimentos, imprimindo e ampliando fotografias, criando efeitos gráficos em imagens, iluminando, enquadrando e compondo cenários, fornecendo material fotográfico para publicações, organizando arquivo e mantendo equipamentos fotográficos; Atender a Mesa Diretora durante a realização das reuniões plenárias (ordinárias, extraordinárias, solenes e outras), quanto ao desenvolvimento de seus trabalhos; Executar serviços técnicos usando os meios compatíveis com a natureza de cada um para cumprir atribuições funcionais e dispositivos regulamentares; Redigir relatórios e outros tipos de informação, registrando as atividades de seu setor de trabalho; Redigir pareceres referentes às suas atividades; Redigir documentos técnicos, documentos legais e correspondências relativos à sua área de atuação; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades administrativas de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Prover suporte técnico a Comissões, Mesa Diretora, Presidência e Diretoria Geral em assuntos relacionados a sua atividade; Realizar a certificação de documentos, conferindo-os, carimbando-os e assinando-os para envio aos solicitantes; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes da unidade; Realizar outras atribuições afins. 

Técnico Legislativo Especializado em Psicologia (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Participar do processo de recrutamento e seleção de novos servidores, empregando métodos e técnicas da psicologia aplicada ao trabalho; Exercer atividades relacionadas com capacitação e desenvolvimento de pessoal, participando da elaboração, da execução, do acompanhamento e da avaliação de programas; Estudar e desenvolver critérios visando à realização de análise ocupacional estabelecendo os requisitos mínimos de qualificação psicológica necessária ao desempenho das tarefas das diversas classes pertencentes ao Quadro de Pessoal da Câmara Municipal; Elaborar, executar e avaliar, em equipe multiprofissional, programas de treinamento e formação de mão de obra, visando à otimização de recursos humanos; Participar do processo de movimentação de pessoal, analisando o contexto atual, os antecedentes e as perspectivas em seus aspectos psicológicos e motivacionais, assessorando na indicação da lotação e integração funcional; Realizar pesquisas nas diversas unidades da Câmara Municipal, visando à identificação das fontes de dificuldades no ajustamento e demais problemas psicológicos existentes no trabalho, propondo medidas preventivas e corretivas julgadas convenientes; Estudar e propor soluções, juntamente com outros profissionais da área de saúde ocupacional, para a melhoria das condições ambientais, materiais e locais do trabalho; Apresentar, quando solicitado, princípios e métodos psicológicos que concorram para maior eficiência da aprendizagem no trabalho e controle do seu rendimento; Acompanhar o processo de desligamento, voluntário ou não, de servidores; Participar e acompanhar o processo de avaliação de desempenho dos servidores do quadro efetivo da Câmara Municipal; Participar e acompanhar o processo de estágio probatório dos servidores do quadro da Câmara Municipal; Realizar pesquisa de clima organizacional; Desenvolver programas específicos em função de necessidades levantadas em pesquisa de clima e outras; Elaborar pareceres, consultas, emendas, aditivos e outros documentos, com base na legislação pertinente; Consultar matérias relativas aos termos das proposições e indicações dos Vereadores, para deliberação do Plenário; Elaborar proposições legislativas (leis, projetos, moções, requerimentos, indicações e outras) para os Vereadores, de acordo com a sua especialidade profissional, solicitando informações a órgãos públicos, se necessário; Analisar legislação, documentação e processos referentes à sua área de atuação, emitindo pareceres e despachos; Preparar atos administrativos da Mesa Diretora, Presidência da Câmara e Diretoria Geral; Interpretar leis, regulamentos e instruções relativas a assuntos de administração geral e particularmente em sua área de atuação, para fins de aplicação, orientação e assessoramento; Executar serviços técnicos usando os meios compatíveis com a natureza de cada um para cumprir atribuições funcionais e dispositivos regulamentares; Redigir relatórios e outros tipos de informação, registrando as atividades de seu setor de trabalho; Redigir pareceres referentes às suas atividades; Redigir documentos técnicos, documentos legais e correspondências relativos à sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Realizar outras atribuições afins; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes da unidade. 

Técnico Legislativo Especializado em Relações Públicas (conforme Lei n° 10.026/2017- Anexo III) Organizar e executar reuniões e outras solenidades afins do Legislativo, coordenando todos os profissionais envolvidos; Normatizar a confecção de títulos, diplomas e medalhas entregues em solenidades pela Câmara; Dar suporte à realização de Audiências Públicas e demais reuniões de comissões, debates, seminários e outros eventos similares; Orientar a Câmara em questões de comunicação social (comunicação visual, fluxo de público interno e externo, imagem institucional, campanhas culturais, inclusão social e preservação da memória); Estruturar o cerimonial da Câmara buscando todas as informações sobre os eventos, verificando a presença das autoridades, obedecendo às normas de redação oficial, para uma correta informação ao público; Organizar as atividades de recepção em geral (visitantes, autoridades, etc.); Assistir ao Presidente da Câmara e demais servidores em suas funções de representação, orientando-os sobre normas protocolares, visitando ou recepcionando convidados, mantendo relação atualizada de autoridades federais, estaduais e municipais; Atuar como mestre de cerimônia, conduzindo solenidades e demais eventos de acordo com o linguajar protocolar e as técnicas de oratória; Organizar e manter a agenda de eventos da Câmara Municipal; Organizar arquivo de processos referentes a honrarias; Organizar, juntamente com outros profissionais afins, eventos com a presença de autoridades, seguindo as normas do Cerimonial Público; Organizar e normatizar correspondências institucionais (convites, representações e cumprimentos); Ministrar treinamentos ao pessoal de apoio quanto às condutas internas inerentes ao cerimonial; Orientar o Presidente da Câmara, Vereadores e demais funcionários sobre normas protocolares, recepcionando convidados, mantendo relação atualizada de autoridades federais, estaduais, municipais e outras, apoiando a organização e promoção de solenidades e eventos diversos; Organizar e executar tecnicamente atividades relacionadas à área de Relações Públicas, Comunicação Social Integrada e Imagem Institucional; Redigir releases dos eventos promovidos pela Câmara, procedendo ao levantamento de dados para a redação de matéria institucional, visando subsidiar a assessoria de imprensa da Câmara na divulgação de informações sobre o evento; Acompanhar as informações recebidas via correspondências eletrônicas ou postais, proporcionar retorno às mesmas a fim de manter o nome da instituição através da demonstração de interesse e gentileza; Coletar informações, realizando entrevistas, pesquisas e diagnósticos de opinião, promovendo contatos e selecionando assuntos, mantendo informada a Câmara, para permitir a adequação de suas ações às expectativas da comunidade; Participar do planejamento de Programação desenvolvidos pela Câmara envolvendo orçamento, imagem institucional e outros aspectos relacionados à viabilização da programação; Selecionar fotografias e ilustrações, planejando a distribuição de volumes, organizando índices, espelhos e notas de rodapé, para aumentar o poder de comunicação das mensagens; Acompanhar o noticiário nacional e internacional de interesse da Câmara; Organizar e manter a agenda de eventos da Câmara Municipal; Colaborar no planejamento de campanhas promocionais, utilizando meios de comunicação de massa e outros veículos de publicidade e difusão, para divulgar mensagens educacionais e de esclarecimento às populações-alvo; Planejar e utilizar veículos de comunicação interna considerando a agilidade e correta informação aos servidores e vereadores das atividades externas e internas desenvolvidas pela Câmara, assim como informações de interesse funcional; Organizar, juntamente com outros profissionais afins, eventos com a presença de autoridades, seguindo as normas do Cerimonial Público; Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; Participar das atividades administrativas de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; Participar de grupos de trabalho e reuniões com unidades da Câmara e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos à Câmara; Prover suporte técnico a Comissões, Mesa Diretora, Presidência e Diretoria Geral em assuntos relacionados a sua atividade; Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional; Zelar pelo bom estado de conservação e de funcionamento dos materiais e equipamentos existentes no setor. 

VEJA MAIS

Concurso da Prefeitura de Araçatuba: Apostilas PDF

 Apostilas PDF Concurso da Prefeitura de Araçatuba 2018

A Prefeitura Municipal de Araçatuba/SP, faz saber que estarão abertas inscrições para Concurso Público, regido parte integrante deste Edital n.º 01, 02 e 03/2018, para provimento de 239 cargos de Ensino fundamental, Ensino médio, Curso técnico e Ensino superior, sob organização e aplicação da Fundação VUNESP.

Os cargos com mais vagas são agente escolar (100 vagas), controlador de vetor (40), agente comunitário de saúde (25), agente de serviços gerais (10), fiscal sanitário (5), operador de máquinas pesadas (4) e desenhista projetista (4).

Apostilas PDF para o concurso da Prefeitura de Araçatuba 2018 - Todos os cargos
 Apostilas PDF da Prefeitura de Araçatuba 2018 - Todos os cargos

Vencimentos que podem chegar a R$ 4.034,37, mais vale alimentação no valor de R$ 300,00, tendo como base o mês de maio de 2018, plano de saúde ambulatorial e plano odontológico.

Cargos - Concurso Prefeitura de Araçatuba 2018

Ha oportunidades para as funções de Técnico em Enfermagem, Diretor de Escola, Professor de Educação Básica II (Educação Física), Supervisor de Ensino, Guarda Municipal, Agente de Serviços Gerais, Auxiliar de Topógrafo, Carpinteiro, Marceneiro, Motorista, Operador de Máquinas Pesadas, Operador de Piscina, Pedreiro, Pintor, Serralheiro, Almoxarife, Auxiliar de CPD, Eletricista, Mestre de Obras, Operador de Computação, Telefonista, Agente Comunitário de Saúde, Agente Escolar, Borracheiro, Controlador de Vetor, Desenhista Projetista, Dentista, Fiscal de Obras Particulares, Fiscal Sanitário, Fonoaudiólogo Educacional, Médico (Cardiologista, Cirurgião Geral, Dermatologista, Endocrinologista, Gastroenterologista, Geriatra, Hematologista, Hepatologista, Homeopata, Infectologista, Neurologista, Oftalmologista, Pediatra, Pneumologista, Psiquiatra e Reumatologista) e Terapeuta Ocupacional Educacional.

Será assegurada aos candidatos com deficiência, vaga neste Concurso Público, na proporção de 2% (dois por cento) das vagas existentes e das que vierem a existir dentro do prazo de validade do Concurso Público, para preenchimento do cargo cujas atribuições sejam compatíveis com a(s) deficiência(s) de que é portador.

A jornadas de trabalho de 20 a 44 horas semanais, os cargos de níveis Fundamental, Médio e Superior.

Inscrição - Concurso da Prefeitura de Araçatuba SP

A inscrição deverá ser efetuada, das 10 horas de 27 de setembro às 23h59 de 31 de outubro de 2018, exclusivamente pela internet, no site www.vunesp.com.br.

Será cobrada taxa de inscrição nos seguintes valores:

Nível fundamental: R$ 44,50;
Nível médio: R$ 56,50;
Nível superior: R$ 82,20.

Prova - Concurso da Prefeitura de Araçatuba 2018

O concurso constará de provas objetivas, títulos, aptidão física, avaliação psicológica e prática.

A prova objetiva tem data prevista para sua realização em 16 de dezembro de 2018, em local e horário disponível no Edital de Convocação a ser publicado oficialmente no jornal O Liberal Regional de Araçatuba e disponibilizado como subsídio no site da Prefeitura de Araçatuba - www.aracatuba.sp.gov.br,

Já a convocação para a prova de títulos, cuja realização está prevista para o dia 17 de fevereiro de 2019, será publicada oportunamente no jornal O Liberal Regional de Araçatuba e, divulgada como subsídio, nos sites da Prefeitura de Araçatuba e da Fundação VUNESP.

A convocação para a prova de aptidão física, contendo data, horário/turma, sala e local, será publicada oportunamente no jornal O Liberal Regional de Araçatuba e disponibilizada como subsídio nos sites www.aracatuba.sp.gov.br e da Fundação VUNESP – www.vunesp.com.br.
Validade

O prazo de validade do concurso será de 2 (dois) anos, contado da data da publicação da homologação, prorrogável por uma única vez e por igual período, a critério da Administração.

Baixe o Edital  - Clique aqui

Confira a Apostila da Prefeitura de Araçatuba PDF 2018 Todos os cargos

Apostila PDF Prefeitura de Araçatuba 2018 - Todos os cargos

VEJA MAIS

Concurso da UFRGS - Apostila PDF Técnico Administrativos

Apostilas PDF UFRGS - Técnico Administrativos

O REITOR da Universidade Federal do Rio Grande do Sul torna pública a abertura de inscrições para Concurso Público (EDITAL UFRGS 18/2018 – TA – PROGESP), para cargos vagos de Técnico Administrativos em Educação. O concurso da UFRGS destina-se ao preenchimento de cargos vagos de nível de classificação D e E, sob o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Federais da UFRGS.

Ao todo, são 25 vagas para lotação na Região Porto Alegre, Eldorado do Sul, Tramandaí e Imbé. A jornada de trabalho é de 20 ou 40 horas semanais. Já a remuneração variam de R$ 1.945,07 a R$ 4.180,66, acrescidos de auxílio alimentação de R$ 458,00, nos cargos descritos abaixo:

Dos cargos

Cargos de Nível de Classificação D: Técnico de Laboratório/Área: Química; Técnico de Laboratório/Área: Biologia; Técnico em Agropecuária; Técnico em Audiovisual; Técnico em Contabilidade; Técnico em Eletrônica; Técnico de Tecnologia da Informação/Área: Infraestrutura.

Cargos de Nível de Classificação E: Administrador, Analista de Tecnologia da Informação/Área: Infraestrutura; Contador; Médico/Área: Psiquiatria; Nutricionista.

O EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 18/2018 – TA – PROGESP/UFRGS será realizado sob a coordenação técnico-administrativa da Comissão de Concurso da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), designada pela Portaria nº 7.301, de 14/09/2018, sob a execução da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS).


Apostila da UFRGS - Todos os Cargos Nível de Classificação C - D - E

Apostila concurso da UFRGS - Conteúdo para Todos os Cargos - Nível de Classificação C - D - E

DAS INSCRIÇÕES
As inscrições do concurso da UFRGS ficarão abertas a partir de 17 de setembro de 2018 a 17 de outubro de 2018 até as 23h59min (horário de Brasília), pela internet, no site da FAURGS http://portalfaurgs.com.br/concursos,

O valor da taxa de inscrição será de R$ 70,00 a R$ 120,00.

DAS PROVAS
Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva com 40 questões distribuídas entre assuntos de língua portuguesa, legislação e conhecimentos específicos. Haverá também para alguns cargos prova prática.

A prova do concurso da UFRGS compreenderá uma única etapa de avaliação, eliminatória e classificatória, com a aplicação da Prova Objetiva, em Porto Alegre - RS, com duração de três (3) horas.

Os gabaritos preliminares das Provas Objetivas, será divulgado no período de 11 a 12/12/2018;

O Concurso terá a validade de dois (2) anos, prorrogável por igual período, no interesse da Instituição, a contar da data de publicação da homologação do Resultado Final, no Diário Oficial da União.

DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS 

CARGOS DE NÍVEL D:

01 - TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: BIOLOGIA Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

02 - TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: QUÍMICA Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

03 - TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/ÁREA: INFRAESTRUTURA Desenvolver sistemas e aplicações, determinando interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem da estrutura de banco de dados e codificação de programas; projetar, implantar e realizar manutenção de sistemas e aplicações; selecionar recursos de trabalho, tais como metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

04 - TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA Prestar assistência e consultoria técnicas, orientando diretamente produtores sobre produção agropecuária, comercialização e procedimentos de biosseguridade. Executar projetos agropecuários em suas diversas etapas. Planejar atividades agropecuárias. Promover organização, extensão e capacitação rural. Fiscalizar produção agropecuária. Desenvolver tecnologias adaptadas à produção agropecuária. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

05 - TÉCNICO EM AUDIOVISUAL Montar e projetar filmes cinematográficos, manejar equipamentos audiovisuais, utilizando nas diversas atividades didáticas, pesquisa e extensão, bem como operar equipamentos eletrônicos para gravação em fita ou fios magnéticos, filmes ou discos virgens e outras mídias. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

06 - TÉCNICO EM CONTABILIDADE Identificar documentos e informações, atender à fiscalização; executar a contabilidade geral, operacionalizar a contabilidade de custos e efetuar contabilidade gerencial; realizar controle patrimonial. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

07 - TÉCNICO EM ELETRÔNICA Executar sob a supervisão superior, trabalho técnico de manutenção, produção, aperfeiçoamento e instalação de máquinas, aparelhos e equipamentos eletrônicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

08 - TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: QUÍMICA (Região Litoral) Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

09 - TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/ÁREA: INFRAESTRUTURA (Região Litoral) Desenvolver sistemas e aplicações, determinando interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem da estrutura de banco de dados e codificação de programas; projetar, implantar e realizar manutenção de sistemas e aplicações; selecionar recursos de trabalho, tais como metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CÓDIGOS E CARGOS DE NÍVEL E:

10 – ADMINISTRADOR Planejar, organizar, controlar e assessorar as organizações nas áreas de recursos humanos, patrimônio, materiais, informações, financeira, tecnológica, entre outras; implementar programas e projetos; elaborar planejamento organizacional; promover estudos de racionalização e controlar o desempenho organizacional; prestar consultoria administrativa. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

11 - ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/ÁREA: INFRAESTRUTURA Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos; administrar ambientes informatizados; prestar treinamento e suporte técnico ao usuário; elaborar documentação técnica; estabelecer padrões; coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados; pesquisar tecnologias em informática. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

12 - CONTADOR Executar a escrituração através dos lançamentos dos atos e fatos contábeis; elaborar e manter atualizados relatórios contábeis; promover a prestação, acertos e conciliação de contas; participar da implantação e execução das normas e rotinas de controle interno; elaborar e acompanhar a execução do orçamento; elaborar demonstrações contábeis e a Prestação de Contas Anual do órgão; prestar assessoria e preparar informações econômico-financeiras; atender às demandas dos órgãos fiscalizadores e realizar perícia. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

13 - MÉDICO/ÁREA: PSIQUIATRIA Realizar consultas e atendimentos médicos; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

14 – NUTRICIONISTA (Região Litoral) Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário; participar de programas de educação nutricional; ministrar cursos. Atuar em conformidade ao Manual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.


Apostila UFRGS Técnico Administrativos em Educação 2018

Comum a Todos os Cargos
Conhecimentos Básicos
- Legislação
- Língua Portuguesa

GRÁTIS: CD ROM de Apoio com Testes, Dicas e 01 (uma) Vídeo Aula de Português e Matemática.

VEJA MAIS

Concurso da UNIR - Apostilas Cargos Nível Superior e Médio

Concurso da UNIR - Fundação Universidade Federal de Rondônia divulga edital de concurso com 42 vagas para servidores técnico-administrativo. Os cargos são de nível médio e superior, com lotação nos campi da UNIR em Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Porto Velho, Presidente Médici, Rolim de Moura e Vilhena.

Concurso UNIR - Apostilas Cargos Nível Superior e Médio

O Magnífico Reitor da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), publicou o edital de concurso público nº 001/2018 UNIR-RO, sob regime estatutário, para 42 vagas em cargos técnico-administrativos de nível médio e superior. O concurso da UNIR será realizado e organizado pelo Instituto AOCP. Confira aqui o Edital de Abertura nº 001/2018/GR/UNIR – Fundação Universidade Federal de Rondônia (RO).

A seleção será destina-se ao provimento de vagas existentes, no quadro de Servidores Técnico-Administrativo da Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, com oportunidades NÍVEL INTERMEDIÁRIO - CLASSE C, NÍVEL MÉDIO - CLASSE D e NÍVEL SUPERIOR - CLASSE E(1), deste edital, com prazo de validade de 2 (dois) anos, podendo ser prorrogado por igual período a critério da UNIR. Os salários variam entre R$ 1.945,07 até  R$ 4.180,66


Apostilas da UNIR concurso Universidade Federal de Rondônia - cargos Nível Superior e Médio -

A lotação dos candidatos selecionados serão lotados em quaisquer de suas Unidades, localizadas nos municípios de Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Porto Velho, Presidente Médici, Rolim de Moura e Vilhena, localizados no Estado de Rondônia/RO

Vagas Concurso da UNIR

Cargo classe C: Assistente de Tecnologia da Informação;
Cargos classe D: Assistente em Administração, Técnico em Agropecuária, Técnico em Análises Clínicas, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem, Técnico em Química e Técnico em Telefonia;
Cargos classe E: Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Arquivista, Bibliotecário Documentalista, Biólogo, Contador, Engenheiro Civil, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Médico Veterinário, Pedagogo, Psicólogo e Técnico em Assuntos Educacionais.

Para concorrer aos cargos de classe C ou D é necessário possuir nível médio e/ou técnico na área do cargo. Para os cargos de nível E é preciso possuir curso superior.

A remuneração é de R$ 1.945,07 para o cargo de classe C, de R$ 2.446,96 para os cargos de classe D e de R$ 4.180,66 para os cargos de classe E. Além desta remuneração, há o auxílio-alimentação de R$ 458,00 para todas as funções.

Inscrição Concurso da UNIR

As inscrições para concurso UNIR serão realizadas somente via internet, mediante o pagamento de R$38,00, para a Classe C (nível intermediário), de R$48,00, para a Classe D (nível médio) e de R$83,00 para a Classe E (nível superior). Haverá isenção total do valor da taxa de inscrição somente para os candidatos amparados pelo decreto Nº 6.593, de 2 de outubro de 2008 ou pela Lei Nº 13.656, de 30 de abril de 2018.

O período para a realização das inscrições será a partir das 10h00min do dia 17/09/2018 às 23h59min do dia 29/10/2018, observado horário oficial de Brasília/DF, através do endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br.
Provas Concurso da UNIR

O concurso UNIR será composto apenas por prova objetiva, a ser realizada na data provável de 09 de dezembro de 2018. Esta prova será realizada nas cidades de Ji-Paraná e Porto Velho, no estado de Rondônia.

A prova objetiva será composta por 65 questões para o cargo de classe C, por 85 questões para os cargos de classe D e por 100 questões para os cargos de classe E. Nesta prova haverá conteúdos de Língua Portuguesa, Administração Pública, Informática Básica (exceto para os cargos da área da TI), Conhecimentos Específicos e Raciocínio Lógico (apenas para os cargos da área da TI).

Para cada questão da prova, o candidato deverá marcar verdadeiro ou falso. Cada questão marcada corretamente valerá um ponto e para as marcadas incorretamente, será descontado 0,75 ponto. Para as questões deixadas em branco, será atribuído zero ponto.

Serão aprovados os candidatos que obtiverem um mínimo de 50% nas questões de Conhecimentos Específicos e 50% na soma de todas as demais questões.

Edital UNIR 2018

O edital completo e os seus anexos estão disponíveis nos arquivos abaixo e no Diário Oficial da União, sob o link http://portal.imprensanacional.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/41086726/do3-2018-09-17-edital-n-1-de-17-de-setembro-de-2018-concurso-publico-41086576..

Confira aqui Apostila para concurso UNIR - Fundação Universidade Federal de Rondônia 2018.

VEJA MAIS

Edital Concurso da Prefeitura de Raposa / MA (APOSTILAS)

Concurso Prefeitura de Raposa Edital (APOSTILAS)

A Prefeitura Municipal de Raposa - MA, divulgou o edital n.º 01/2018 de abertura de inscrições de CONCURSO PÚBLICO para provimento de cargos efetivos, em todos os níveis de escolaridade. O concurso da Prefeitura de Raposa/MA será organizado e executado pelo Instituto Machado de Assis. Veja o Edital Concurso Público Prefeitura Municipal de RAPOSA 2018.

Cargos

De acordo com o edital concurso da Prefeitura de Raposa/MA, o certame vai oferece 220 vagas para todos os níveis de escolaridade. Os vencimentos variam de R$ 954,00 a R$ 6.000,00 em jornada de trabalho é de 20 a 40 horas semanais.

As oportunidades são para os cargos de Agente Administrativo (19); Agente Comunitário de Saúde (1); Agente de Endemias (1); Assistente Social (1); Auxiliar de Farmácia (2); Auxiliar Operacional de Serviços Diversos (35); Contador (1); Digitador (5); Educador Físico (1); Eletricista (2); Enfermeiro Obstetra (6); Farmacêutico (1); Fiscal Sanitário (1); Guarda Municipal (5); Médicos nas especialidades de Auditor (1), Cardiologista (1), Dermatologista (1), Ginecologista Obstetra (1), Pediatra (1) e Plantonista (7); Médico Veterinário (1); Merendeira (15); Motorista (14); Nutricionista (2); Porteiro (2); Procurador Jurídico (1); Psicólogo (1); Supervisor Pedagógico (8); Vacinador (2) e Vigia (26).

Há vagas também para Professores de Educação Básica - 1º ao 5º Ano (15); Educação Especial (1); Educação Infantil (10); Interprete de Libras (2); e do 6º ao 9º Ano nas áreas de Artes (2), Ciências (3), Educação Física (3), Ensino Religioso (2), Filosofia (2), Geografia (2), História (3), Língua Portuguesa/ Inglês (5) e Matemática (5).

Apostilas da Prefeitura de Raposa - MA Auxiliar Operacional de Serviços DiversosAgente AdministrativoMerendeiraProfessor 6° ao 9° Ano - Educação Física; Educador Físico; Motorista (Categoria D/E); Guarda MunicipalVigia e Porteiro;

Apostila Prefeitura de Raposa - Auxiliar Operacional de Serviços Diversos;

REQUISITOS BÁSICOS PARA INVESTIDURA NO CARGO:

O candidato aprovado no CONCURSO PÚBLICO de que trata este Edital será investido no cargo, caso sejam atendidas as seguintes exigências:

a) Ter sido aprovado e classificado no Certame, na forma estabelecida neste Edital; b) Ter nacionalidade brasileira. No caso de nacionalidade Portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 13 do Decreto nº 70.436, de 18/04/1972; c) Estar quite com as obrigações eleitorais; d) Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino; e) Ter idade mínima de 18 anos completos até a data da posse; f) Atender aos requisitos constantes no anexo II deste Edital; g) Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo/área de atuação, comprovada por atestado médico oficial. h) Apresentar declaração de acumulação ou não acumulação lícita de cada cargo público; i) Não registrar antecedentes criminais, impeditivos do exercício da função pública, achando-se no pleno gozo de seus direitos civis e políticos. j) Apresentar declaração de bens e valores patrimoniais com dados atualizados até a data da posse; k) Não receber proventos de aposentadoria ou remuneração de cargos, emprego ou função pública, ressalvados os cargos acumuláveis previstos na Constituição Federal ou caso a carga horária estiver dentro do permitido legalmente. l) Assinar Termo de Compromisso confirmando ciência e concordância com as normas estabelecidas pelo município de Raposa - MA m) Conhecer, atender, aceitar e submeter-se às condições estabelecidas neste Edital, das quais não poderá alegar desconhecimento; n) Apresentar outros documentos que se fizerem necessários, por ocasião da posse; o) Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual e/ou municipal. p) Ser considerado apto no exame admissional a ser realizado pela Junta Médica a ser designada pelo município de Raposa - MA.

Inscrição - Concurso da Prefeitura de Raposa 2018

As inscrições serão aceitas via internet, no site do Instituto Machado de Assis, no período de 05 de setembro de 2018 a 15 de outubro de 2018, no endereço eletrônico: www.institutomachadodeassis.com.br.

A taxa de inscrição será nos valores de:
R$ 60,00 para os cargos de nível fundamental;
R$ 80,00 para os cargos de nível médio;
R$ 110,00 para os cargos de nível superior;
R$ 150,00 para o cargo de Procurador Jurídico.

Provas - Concurso da Prefeitura de Raposa 2018

O concurso será composto pelas seguintes fases:
Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, aplicada para todos os cargos. A avaliação será composta por 40 questões de múltipla escolha de Língua Portuguesa, Matemática Básica, Informática Básica, Conhecimentos Pedagógicos, Legislação do SUS, Conhecimentos Específicos da Área;
Avaliação de Títulos, de caráter classificatório, aplicada apenas para os candidatos ao cargo de Professor. Serão pontuados diplomas de graduação ou certidão/ declaração de conclusão de curso, certificado de conclusão de pós-graduação em nível de especialização/ mestrado/ doutorado e tempo de serviço no cargo concorrido;
Teste de Aptidão Física, de caráter eliminatório, aplicada apenas para o cargo de Guarda Municipal, a qual visa avaliar a capacidade física do candidato para o desempenho das atribuições típicas do cargo. Será considerado APTO na avaliação de aptidão física, o candidato que realizar todos os testes e alcançar a marca mínima estipulada para cada um deles;
Prova Discursiva, de caráter classificatório e eliminatório, aplicada apenas para o cargo de Procurador Jurídico, para os candidatos aprovados e classificados na prova objetiva. A avaliação será composta por duas partes, sendo: Elaboração de Peça Prático - Profissional e Questões Discursivas.

A aplicação da Prova Objetiva está prevista para o dia 18 de novembro de 2018, das 09h às 12h, com locais e horários a serem divulgados posteriormente.

Validade / Gabarito

O concurso Prefeitura município de Raposa/MA terá validade de dois anos, contados a partir da publicação de sua homologação, havendo possibilidade de ser prorrogado pelo mesmo período.


Os gabaritos preliminares referentes as provas objetivas serão divulgadas em até 48h (quarenta e oito horas) após a realização das provas no site eletrônico: www.institutomachadodeassis.com.br/

VEJA MAIS