Concurso INSS

Concurso IBGE

Concurso FAB

Concurso IBAMA

Concurso MAPA

CORREIOS

Concurso PRF

Buscar

Apostila da ADAGRO 2018 - Assistente de Defesa Agropecuária

25 de setembro de 2018

concurso da ADAGRO - Edital 2018
O Governo do Estado de Pernambuco, divulgou Portaria Conjunta SAD/ADAGRO nº 131 de 21 de setembro de 2018, que visa a abertura de concurso público da ADAGRO 2018/2019 para à contratação de 90 cargo de Assistente de Defesa Agropecuária e 50 para o cargo de Fiscal Estadual Agropecuário da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco.

A Secretária de Administração (SAD-PE) e o Diretor Presidente da ADAGRO/PE abriu concurso público válido por 02 (dois) anos, preencher vagas nos cargos de Níveis Médio/Técnico e Superior, para provimento do Quadro Próprio de Pessoal da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco.

Este concurso da ADAGRO/PE e de responsabilidade do Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco - IAUPE, através da sua Comissão de Concursos – CONUPE.

Apostila Assistente de Defesa Agropecuária ADAGRO PE. MATERIAL DE ESTUDO PDF - Apostila Concurso da ADAGRO 2018, grátis testes disponível na versão impressa e digital (download).

Apostila da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco - Fiscal Estadual Agropecuário da ADAGRO-PE - Especialidade Agronomia.

Sobre o Concurso ADAGRO-PE 2018 | EDITAL Nº 001/2018 – ADAGRO.

Saiu o edital do concurso público da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco. A remuneração mensal inicial para os cargos de Assistente de Defesa Agropecuária e Fiscal Estadual Agropecuário será de R$ 2.601,93 ou R$ 4.860,21 e todos cumprirão jornada semanal de 40 horas.

São 90 oportunidades para o cargo de Assistente de Defesa Agropecuária e 50 para o cargo de Fiscal Estadual Agropecuário. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio/técnico ou superior.

Os candidatos que quiserem concorrer ao cargo de Assistente de Defesa Agropecuária precisam ter diploma de nível técnico nas áreas de Técnico em Agropecuária ou Técnico Agrícola.

Para disputar as vagas de Fiscal Estadual Agropecuário é preciso, por sua vez, possuir diploma de nível superior em Medicina Veterinária ou em Agronomia e inscrição no respectivo Conselho de classe.

Dos requisitos gerais para ambos os cargos são:

Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa (neste caso, conforme a legislação); estar em dia com as obrigações eleitorais; ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso do candidato do sexo masculino; ter idade mínima de 18 anos completos ou ser emancipado civilmente; gozar de boa saúde; não acumular cargos, empregos ou funções públicas, salvo nos casos constitucionalmente admitidos; não possuir antecedentes criminais ou civis incompatíveis; e possuir carteira nacional de habilitação (CNH) atualizada, no mínimo categoria B.

Inscrições Concurso ADAGRO 2018

As inscrições serão realizadas no período de 30 de setembro de 2018 a 08 de novembro de 2018, através do site www.upenet.com.br. A taxa de inscrição será nos valores de R$ 50,00 para o cargo de Assistente de Defesa Agropecuária e de R$ 64,00 para o de Fiscal Estadual Agropecuário.

Provas Concurso ADAGRO 2019


O concurso terá apenas uma única etapa, de prova objetiva de conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório, e que visará avaliar o grau de conhecimento e habilidade do candidato para o desempenho das atribuições do cargo a que irá concorrer.

A prova está prevista para ser realizada no dia 03 de fevereiro de 2019, nas cidades de Recife, Nazaré da Mata, Garanhuns, Caruaru, Palmares, Arcoverde, Salgueiro e Petrolina.

Essa prova constará de 50 questões de múltipla escolha nas áreas de Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos (Legislação Agropecuária).

As unidades regionais de lotação dos aprovados e convocados serão as situadas em Caruaru, Garanhuns, Ouricuri, Palmares, Petrolina, Recife, Salgueiro, Sanharó, Serra Talhada, Sertânia e Surubim.

Apostila da ADAGRO 2018 - Assistente de Defesa Agropecuária (AsDA)

Apostila da ADAGRO PE Assistente de Defesa Agropecuária 2018
Clique aqui para VER PÁGINAS da Apostila Impressa ADAGRO 2018 - páginas. 
Clique aqui BAIXAR ÍNDICE Download da Apostila Digital ADAGRO PE 2018 – PDF

- Conhecimentos da Língua Portuguesa
- Conhecimentos Gerais em Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal
Conhecimentos Específicos

GRÁTIS: CD ROM de Apoio com Testes, Dicas e 01 (uma) Vídeo Aula de Português e Matemática.

ENVIO IMEDIATO para liberação do download.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONHECIMENTOS DA LÍNGUA PORTUGUESA - Todos os cargos 1. Leitura e análise de textos, incluindo: 1.1. Significado contextual de palavras e expressões; 1.2. Reconhecimento do tema ou da idéia global do texto; 1.3. Apreensão da idéia principal e das idéias secundárias de um parágrafo; 1.4. Relações de intertextualidade. 2. Gêneros textuais, incluindo o reconhecimento de: 2.1. Propósito ou finalidade pretendida; 2.2. Tipo textual de certos segmentos do texto: narrativo, descritivo, argumentativo, expositivo, injuntivo (que conduz à ação); 2.3. Identificação do interlocutor ou leitor preferencial do texto. 3. Tópicos de gramática contextualizada: 3.1. Norma da escrita padrão: acentuação gráfica, representação de certos fonemas, como /s/, /z/, entre outros, pontuação. 3.2. Emprego das classes de palavras: relações de concordância e regência nominal e verbal; fl exão nominal e verbal. 3.3. Relações sintático-semânticas entre termos da oração e entre orações. 3.4. Relações de referenciação e substituição entre partes do texto.

Conhecimentos Gerais em Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal. Área animal - 1. Defesa sanitária animal: principais doenças infectocontagiosas, parasitárias e tóxicas, prevenção e controle. Área vegetal - 1. Fitossanidade: Fitopatologia e Entomologia. 2. Controle de plantas daninhas. 4. Agrotóxicos: Receituário Agronômico. Uso correto e seguro de agrotóxicos e afi ns. Destinação fi nal de embalagens vazias de agrotóxicos. Equipamentos de Proteção Individual para o uso de agrotóxicos.

Conhecimentos Específicos (Legislação Agropecuária) Área animal: 1.IN nº 44/02.10.2007 – Diretrizes gerais para a Erradicação e a Prevenção da Febre Aftosa, constante do Anexo I, e os Anexos II, III e IV; 2. IN nº 45/15.06.2004 –Normas para a Prevenção e o Controle da Anemia Infecciosa Equina. 3. IN nº 24/05.04.2004 –Normas para o Controle e a Erradicação do Mormo. 4. IN nº 47/18.06.2004 –Regulamento Técnico de Programa Nacional de Sanidade Suídea – PNSS e anexo; 5. IN nº 17/07.04/2006 –Programa Nacional de Sanidade Avícola, o Plano Nacional de Prevenção da Influenza Aviária e de Controle e Prevenção da Doença de Newcastle. 6.Portaria nº 162, de 18.10.1994 –Normas complementares anexas à presente Portaria, sobre a Fiscalização e o Controle Zoossanitário das Exposições, Feiras, Leilões e outras aglomerações de animais. 7. INs 19/2011 e 18/2006 que tratam, respectivamente da e-GTA e da obrigatoriedade da GTA para o trânsito animal. Lei Estadual 12.228 de 21.06.2002 - Institui a defesa sanitária animal no Estado de PE, Decreto Estadual 27.687 de 28.02.2005 - Regulamenta a Lei 12.228. Área vegetal: Fitossanidade: Fitopatologia e Entomologia. Manejo integrado de pragas. Pragas de importância quarentenária e econômica para as culturas do mamão, manga, banana, família das cucurbitáceas, uva, citrus e palma. Sementes e mudas (Lei no 10.711/03 - Decreto nº 5.153/04). Defesa vegetal Pragas quarentenárias A1 e A2 (IN nº 52 de 20/11/2007 – IN nº 41, de 01/07/2008 - IN nº 59 18/12/2013 - IN nº 12, de 23/05/2014 - IN nº 32, de 03/09/ 201 - IN nº 42, de 09/12/2014 - IN n°26 de 14/09/2015); CFO e CFOC (IN n° 33, de 24/08/2016); PTV (IN nº 28, de 24/08/2016); cancro bacteriano da videira (IN nº 2, de 06/02/2014); palma forrageira (IN nº 23, de 29/05/2007); ALP Moko da Bananeira (IN nº 17, de 27/05/2009); Pernambuco como área livre da praga Moko da Bananeira (IN n°29 de 3/12/2013); Sigatoka Negra ALP( Instrução Normativa nº 17, de 31/05/2005 – IN SDA n°4 de 27/03/2012 ); ALP Pernambuco (IN n° 44, de 19/12/2007); APF no Vale do São Francisco (IN n° 45, de 29/08/2006); SMR mosca-das-frutas em cultivos de mangueira (IN n°20, de 13/07/2010); SMR Mosca-dasfrutas Pernambuco (IN n°13 de 16/07/2012); Portaria Adagro n°81/14 - Portaria Adagro 51/10 - Portaria Adagro n°46/17). Defesa vegetal (lei 12503/03); Mosca-das-frutas (Portaria Adagro N°24 de 20 de fevereiro de 2015 - Portaria Adagro N°008/2013, de 18 de fevereiro de 2013); cancro bacteriano da videira (Portaria Adagro N°18 de 19 de março de 2013); Sigatoka negra (Portaria N°98 de 29 de outubro de 2007); CFO (Portaria Adagro N°67 de 13 de agosto de 2007); Cochonilha do Carmim (Portaria Adagro N°14 de 16 de junho de 2006). Agrotóxicos: Lei Federal n° 7.802/89, Decreto Federal n° 4.074/02 e Lei Estadual n° 12.753/05 e Decreto Estadual n° 31.246/07.
ATRIBUIÇÕES

ATRIBUIÇÕES DO CARGO DO ASSISTENTE DE DEFESA AGROPECUÁRIA (AsDA).

Atuar supletivamente nas ações de defesa agropecuária, inspeção, fiscalização e controle de ocorrências que possam propiciar a disseminação de doenças e pragas em animais ou vegetais; Apoiar as ações de combate ao comércio de produtos clandestinos, no controle do estado de conservação e das condições de armazenamento de produtos de origem animal e vegetal, visando prevenir a saúde dos consumidores; Auxiliar nas atividades de vigilância agropecuária mediante visitas a propriedades rurais e na fiscalização de estabelecimentos que comercializem produtos agropecuários; Atuar na fiscalização do controle de trânsito em postos de fiscalização e barreiras móveis, dentro da sua área de competência; Auxiliar na fiscalização de eventos agropecuários; Realizar coletas de amostras de água, solo e produtos agropecuários para exames laboratoriais microbiológicos e físico-químicos; Participar da elaboração de programas, projetos de materiais educativos para divulgação das atividades desenvolvidas pela entidade com referência às atividades de defesa e inspeção sanitária animal e vegetal; Auxiliar na realização de levantamento, monitoramento e mapeamento de ocorrências zoofitosanitárias, cadastramento de propriedades, rebanhos; Executar serviços auxiliares de caráter operacional e administrativo relativos às atividades externas de fiscalização, inspeção e defesa sanitária e atuar em eventos agropecuários para pulverização de instalações e de veículos; Participar da elaboração de relatórios, apuração e divulgação de dados estatísticos, preencher fichas, formulários e outros papéis necessários ao cumprimento de rotinas administrativas e atendimento ao público; Executar serviços de apoio e auxiliar as unidades administrativas e operacionais, atender usuários, fornecer e receber informações, registrar e distribuir documentos e correspondências; Executar serviços administrativos; Emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) ou outro documento que a substitua, mesmo que seja de forma manual, quando necessário; Auxiliar na vacinação de bovinos e outros animais em propriedades rurais e na periferia urbana, na captura de morcegos, na inspeção em laticínios e na inspeção nos abatedouros devidamente registrados na ADAGRO; Auxiliar no corte e na queima de vegetais para erradicação de pragas; Realizar coleta de sangue de bovídeos, equídeos, suídeos, aves e outros animais, apoiar a execução de serviços de necropsia de animais; Participar da coleta de sementes e grãos em barreiras sanitárias fixas e móveis e do cadastramento de propriedades rurais; Preencher fichas, formulários e outros papéis necessários ao cumprimento de rotinas operacionais ou administrativas; Executar outras atividades correlatas. Exercer as demais atividades inerentes à competência da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco – ADAGRO, que lhes forem legalmente atribuídas.

ATRIBUIÇÕES DO CARGO DO FISCAL ESTADUAL AGROPECUÁRIO (FEA)

a) Especialidade Medicina Veterinária: Desempenhar atividades relacionadas com auditoria, planejamento, organização, execução e controle de ações, projetos e programas de defesa e inspeção animal; Executar ações de defesa, inspeção e fiscalização sanitária animal e inspeção e fiscalização da produção, comercialização, propaganda, publicidade, distribuição e do armazenamento de produtos e subprodutos de origem animal de seus derivados bem como dos insumos agropecuários; Coordenar e executar a política de normas técnicas e científicas no âmbito agropecuário; Auditar, planejar, executar e supervisionar os programas, atividades e ações de defesa e inspeção animal, previstas ou delegadas de acordo com a legislação vigente; Auditar, fiscalizar, inspecionar, supervisionar e monitorar as condições sanitárias da produção animal no âmbito estadual e municipal; Auditar os Serviços de Inspeção Municipal mediante convênios específicos ou demandas de outros órgãos oficiais; Apreender produtos impróprios para o consumo humano ou animal, autuar infratores de legislação de regência e aplicar as sanções administrativas; Auditar e controlar os processos de qualidade, higiene e beneficiamento tecnológico na indústria, e a correta destinação dos seus resíduos; Auditar e fiscalizar o controle da cadeia do frio, o estado de conservação e as condições de armazenamento dos produtos de origem animal, garantindo a sua inocuidade e qualidade; Realizar inspeção e fiscalização zoossanitária em propriedades rurais, estabelecimentos agropecuários, agroindústrias, empresas prestadoras de serviços e estabelecimentos comerciais, mediante ações de prevenção e controle das pragas e doenças dos animais; Fiscalizar, inspecionar e controlar os serviços de produção, comercialização, utilização, transporte e ingresso de animais, produtos e subprodutos de origem animal, insumos agropecuários e de materiais biológicos de interesse veterinário em todo o território do Estado de Pernambuco; Realizar análise qualitativa de risco de origem respaldada na fiscalização e controle de trânsito de animais, seus produtos e subprodutos; Realizar coletas de amostras fiscais para análises laboratoriais microbiológicas e físico-químicas, visando assegurar a saúde pública, obedecendo aos procedimentos técnicos dos órgãos oficiais para a realização das referidas coletas; Auditar fiscalizar e inspecionar o comércio de produtos de uso veterinário; Desempenhar a vigilância epidemiológica de natureza zoosanitária e desenvolver ações de emergência, visando a prevenção, controle e erradicação de focos de pragas e doenças; Emitir documentos fiscais, laudos oficiais, relatórios e pareceres técnicos zoossanitários; Autorizar ou suspender a realização de eventos agropecuários que envolvam concentração de animais; Auditar e fiscalizar projetos de construção, instalação e ampliação de estabelecimentos que armazenem, transportem, manipulem ou industrializem produtos, subprodutos, insumos de origem animal orientando quanto aos aspectos sanitários e técnicos necessários ao funcionamento dos referidos estabelecimentos, emitindo seus respectivos laudos para fins de registro; Auditar, fiscalizar e interditar estabelecimento público ou particular, por descumprimento de medidas sanitárias profiláticas, preventivas ou cautelares, requerendo documentos relativos à atividade fiscalizada; Aplicar multas e outras sanções aos infratores de leis, regulamentos, portarias e normas administrativas de fiscalização, inspeção e defesa sanitária animal; Exercer o poder de polícia para efetuar o sequestro de animais; Interditar propriedades, proibir o trânsito de animais, seus produtos e subprodutos; Determinar a quarentena animal, bem como o sacrifício e destruição de animais, seus produtos e subprodutos quando houver suspeita ou diagnóstico conclusivo de doenças com iminente perigo à saúde de pessoas e animais, conforme a legislação federal e estadual pertinente; Supervisionar auditorias técnicas específicas para avaliação dos processos de certificação quanto à rastreabilidade de animais, seus produtos e subprodutos, assim como os serviços prestados e executados no âmbito da atividade de defesa e inspeção animal, mediante programas de qualidade e segurança; Auditar e fiscalizar o cumprimento da legislação federal agropecuária, das normas de saúde pública, das normas do código de proteção do consumidor, e das normas internacional, nacional e estadual nos processos de fiscalização, vigilância, inspeção e defesa sanitária animal; Propor, executar e articular políticas e programas voltados à educação e comunicação social no âmbito da fiscalização, vigilância, defesa e inspeção agropecuária, com vistas à sanidade animal, ou a quaisquer outras funções relacionadas à ADAGRO; Auditar a implantação de programas de autocontrole higiênico-sanitário, bem como o seu planejamento e a sua operacionalização por meio dos registros realizados, na área que lhe compete; Exercer as demais atividades inerentes à competência da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco – ADAGRO, que lhes forem legalmente atribuídas; b) Especialidade Agronomia: Desempenhar atividades relacionadas com auditoria, planejamento, organização, execução e controle de ações, projetos e programas de defesa e inspeção vegetal; Executar ações de defesa, inspeção e fiscalização fitossanitária, inspeção e fiscalização da produção, comercialização, propaganda, publicidade, distribuição e do armazenamento de produtos e subprodutos de origem vegetal e de seus derivados bem como dos insumos vegetais; Coordenar e executar a política de normas técnicas e científicas no âmbito agropecuário; Auditar, planejar, executar e supervisionar os programas, atividades e ações de defesa e inspeção vegetal previstas ou delegadas de acordo com a legislação vigente; Auditar, fiscalizar, inspecionar, supervisionar e monitorar as condições sanitárias da produção agropecuária no âmbito estadual e municipal; Apreender produtos impróprios para o consumo humano ou animal, autuar infratores de legislação de regência e aplicar as sanções administrativas; Auditar e controlar os processos de qualidade, higiene e beneficiamento tecnológico na indústria, e a correta destinação dos seus resíduos; Auditar e fiscalizar o controle da cadeia do frio, o estado de conservação e as condições de armazenamento dos produtos de origem vegetal, garantindo a inocuidade e qualidade dos produtos de origem vegetal; Realizar inspeção e fiscalização fitossanitária em propriedades rurais, estabelecimentos agropecuários, agroindústrias, empresas prestadoras de serviços e estabelecimentos comerciais, mediante ações de prevenção e controle das pragas e doenças dos vegetais; Fiscalizar, inspecionar, controlar os serviços de produção, comercialização, utilização, transporte e ingresso de vegetais, seus produtos, subprodutos, insumos e materiais biológicos de interesse agrícola em todo o território do Estado de Pernambuco; Realizar análise qualitativa de risco de origem respaldada na fiscalização e controle de trânsito de vegetais, seus produtos e subprodutos; Realizar coletas de amostras fiscais para análises laboratoriais microbiológicas e físico-químicas, visando a assegurar a saúde pública, obedecendo aos procedimentos técnicos dos órgãos oficiais para a realização das referidas coletas; Auditar e fiscalizar o comércio, o armazenamento, a distribuição, o transporte, o uso e a aplicação de agrotóxicos seus componentes e afins, biofertilizantes, fertilizantes químicos, a devolução e a destinação final de suas embalagens vazias, bem como executar o programa estadual de controle de resíduos de agrotóxicos em produtos de origem vegetal e animal; Desempenhar a vigilância epidemiológica de natureza fitossanitária e desenvolver ações de emergência, visando a prevenção, controle e erradicação de focos de pragas e doenças; Emitir documentos fiscais, laudos oficiais, relatórios e pareceres técnicos fitossanitários; Auditar e fiscalizar projetos de construção, instalação e ampliação de estabelecimentos que armazenem, transportem, manipulem ou industrializem produtos, subprodutos, insumos de origem vegetal, orientando quanto aos aspectos sanitários e técnicos necessários ao funcionamento dos referidos estabelecimentos, emitindo seus respectivos laudos para fins de registro; Auditar, fiscalizar e interditar estabelecimento público ou particular, por descumprimento de medidas sanitárias profiláticas, preventivas ou cautelares, requerendo documentos relativos à atividade fiscalizada; Aplicar multas e outras sanções aos infratores de leis, regulamentos, portarias e normas administrativas de fiscalização, inspeção e defesa sanitária; Exercer o poder de polícia para efetuar o sequestro de vegetais; Interditar propriedades, proibir o trânsito de vegetais, seus produtos e subprodutos; Determinar a destruição de culturas agrícolas e de seus restos culturais, quando houver suspeita ou diagnóstico conclusivo de doenças ou contaminação por agrotóxicos com iminente perigo à saúde de pessoas, animais e vegetais, conforme a legislação federal e estadual pertinente; Supervisionar auditorias técnicas específicas para avaliação dos processos de certificação quanto à rastreabilidade de vegetais, seus produtos e subprodutos, assim como os serviços prestados e executados no âmbito da atividade de defesa e inspeção vegetal, mediante programas de qualidade e segurança; Auditar e fiscalizar o cumprimento da legislação federal fitossanitária, das normas do código de proteção do consumidor, e das normas internacional, nacional e estadual nos processos de fiscalização, vigilância, inspeção e defesa sanitária vegetal; Propor, executar e articular políticas e programas voltados à educação e comunicação social no âmbito da fiscalização, vigilância, defesa e inspeção vegetal, com vistas à sanidade animal e vegetal, ou a quaisquer outras funções relacionadas à ADAGRO; Auditar a implantação de programas de autocontrole higiênico-sanitário, bem como o seu planejamento e a sua operacionalização por meio dos registros realizados, na área que lhe compete; Exercer as demais atividades inerentes à competência da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco - ADAGRO, que lhes forem legalmente atribuídas;

Edital ADAGRO, 2018

O edital completo e demais atualizações devem ser obrigatoriamente acompanhados no site do IAUPE. A versão oficial do edital foi publicada no Diário Oficial do Estado de Pernambuco, de 22 de setembro de 2018.

Posts Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Está com dividas? fale Conosco: contato@apostilasconcursosopcao.com.br